Cirurgia Bariátrica Vale a Pena Fazer? Quais os Resultados?

Ela é indicada em casos de obesidade mórbida. A cirurgia bariátrica minimiza uma série de riscos.

São os seguintes os tipos de cirurgia bariátrica: a redução do volume do estômago, seja pela retirada de parte do órgão (gastrectomia vertical), seja pela introdução de um anel compressor (banda gástrica ajustável) ou de um balão intragástrico (geralmente utilizado no pré-operatório; propriamente, não é um procedimento cirúrgico).

Em outros casos, além de reduzir o volume do estômago (na técnica chamada duodenal switch, 85% do órgão são retirados), é necessário promover uma alteração hormonal que aumente a sensação de saciedade. São feitos desvios entre o estômago e a parte inicial do intestino.

cirurgia bariátrica

A obesidade mórbida está associada a mais de 30 enfermidades e alterações metabólicas, como o diabetes tipo II, doenças cardíacas, apneia do sono, hipertensão, problemas respiratórios, câncer, desgaste excessivo das articulações e infertilidade. Além disto, ela responde por uma série de transtornos emocionais: o paciente pode se isolar, recusar-se ao convívio social, desenvolver comportamentos obsessivos e compulsivos, etc. Em geral, o paciente elegível à cirurgia bariátrica apresenta baixa autoestima.

O paciente deve ser acompanhado por médicos, nutricionistas e psicólogos durante todo o processo, desde o momento em que se decide pela cirurgia bariátrica, até a alta hospitalar. Existem casos em que o obeso, recém-operado, sente falta de suas refeições exageradas; fisicamente, no entanto, ele não consegue engolir mais do que poucas colheradas. Isto pode causar frustração e gerar outros problemas.

Prós e Contras da Cirurgia Bariátrica

A cirurgia bariátrica reduz significativamente diversos riscos à saúde. O paciente também consegue se locomover com mais facilidade e, em pouco mais de um mês, está liberado para tomar qualquer alimento durante as refeições (existem algumas restrições, de acordo com o método adotado).

A alimentação, necessariamente limitada a pequenas porções, garante a saciedade e o bem-estar (geralmente, é preciso acompanhamento psicoterápico, especialmente no início; o paciente precisa aprender a identificar o momento do “estou satisfeito”).

bariátrica quem pode fazer

O paciente se sente mais satisfeito ao poder dormir com tranquilidade (sem os roncos ou a apneia), ao comprar roupas em uma loja “normal”, quando, antes, mesmo os modelos plus size disponíveis ficavam apertados, ao voltar a usar o número de calçado que vestia aos 18 anos, sem inchaços.

Por outro lado, a cirurgia bariátrica é um procedimento invasivo e envolve riscos. A taxa de mortalidade durante a cirurgia é relativamente pequena, mas os pacientes precisam atentar para problemas que podem acompanhá-los pelo resto da vida: sangramentos, infecções, vazamentos no trato intestinal, úlceras e hérnias são relatados com certa frequência em diversos estudos. Um número considerável de pacientes desenvolve o alcoolismo.

O dumping, ou esvaziamento rápido do estômago, está entre as complicações da cirurgia bariátrica. Embora não seja considerado um problema grave, pode resultar em sérios incômodos, como náuseas, fraqueza, transpiração excessiva e diarreia (ocasionalmente) logo após as refeições.

+ Leia também:

A cirurgia bariátrica apresenta bons resultados, mas existem limitações associadas ao procedimento. O ideal é procurar outros métodos de emagrecimento, como dieta combinada com exercícios, antes de partir para a mesa de cirurgia. Vale lembrar que são necessários alguns procedimentos estéticos para retirar o excesso de pele e completar o tratamento.

Um comentário em “Cirurgia Bariátrica Vale a Pena Fazer? Quais os Resultados?

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *